quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Refletindo e encerrando uma fase

Minha vida foi marcada por muitas perdas, mas definitivamente a partida da minha mãe foi a pior delas.  Éramos muito ligadas e sua presença sempre foi a base de sustentação da nossa família. Tudo desmoronou sobre mim e muitas vezes o chão me faltou, mas eu precisava continuar.
Tentei ser ela, sem sucesso. E hoje sei que isso não é possível. Lamentei cada mudança comportamental minha e de todos os meus,  mas sei que isso se fez necessário. E novamente constato que ela estava certa quando me dizia para acreditar na essência das pessoas. Quando alguém muda de comportamento de forma radical ou agressiva (ou ambas bem juntinhas) é preciso esperar e aguardar que a vida lhe traga de volta à essência.
Nesses anos todos aprendi que não precisamos ficar grudados o tempo todo. Mesmo distantes seremos sempre uma FAMÍLIA.
Pensei em inúmeras maneiras de homenagear minha mãe, mas nenhuma me parecida muito adequada. Ela era muito carinhosa e sua maior alegria era fazer alguém feliz.
Lembrei  de um fato da época de seu tratamento. Com a quimioterapia os cabelos se foram e ficou um tanto retraída. Mas os SUPERPODERES voltaram quando comprou uma peruca e toda arrumada saiu por aí sem receio. Não me esqueço do dia que foi a um sebo no bairro da Penha para buscar um livro do Ziraldo. Era época de Bienal do Livro em São Paulo e a Stephanie queria o Flicts em inglês e lá foi a SUPER AVÓ resolver a questão. Comprou o livro que está bem guardadinho com a dedicatória, em inglês, do Maluco mais adorável.
Só ela para fazer tal “estripulia”... era muito amor numa pessoa só!
Com meu cabelo crescendo e relembrando do lindo gesto de muitas mulheres fantásticas como a Ana Amorim, que cortaram seus cabelos para doação, decidi esperar o quanto fosse preciso para alcançar os 20 cm de comprimento solicitado pela instituição e contribuir com meu cabelo na esperança que ele dê superpoderes para alguém e assim homenagear minha mãe.
Essa ideia ficou somente comigo, não comentei com ninguém. Mas como as sementes de amor que minha mãe plantou aqui na Terra não deram frutos somente em mim, Isabelle, sabendo da campanha doou seu cabelo em julho deste ano. Fiquei muito emocionada com seu gesto e continuei aguardando a minha vez.





Finalmente o dia chegou: 17/12! Escolhi cortar o cabelo com uma pessoa que nunca tinha visto, mas que me foi muito bem recomendada (obrigada Deise e Andréa). Só posso atribuir esse encontro à força Divina. A Luh foi extremamente sensível e entendeu o quanto aquele corte de cabelo era importante para mim. E agora, pensando bem, eu precisava de algum marco para encerrar essa fase e ela foi o anjo escolhido para me amparar.

Agradeço a Deus por ter me dado forças e anjos amigos que me auxiliaram, pessoas que conheciam minha mãe, como a Mafalda e Mª Áurea, mas também outra pessoa que a conheceu através dos meus atos, que é o caso da Tia Cidinha, meu anjo protetor na escola. E não posso deixar de falar do exemplo de alegria de viver e amor à família demonstrado pela linda Zazá, grande exemplo.

Minha gratidão a todos os amigos que com palavras ou gestos me ajudaram nas fases mais complicadas. Em especial às amigas que também estão com suas mães olhando por elas lá do céu, Marcia, Rose, Carla, Jaque, Mara, Vani e Alê... sem vocês seria insuportável continuar.

Meus alunos, grandes e pequenos. De ontem, de hoje e de amanhã, muito obrigada! A alegria e traquinagens de vocês foram meu combustível e também uma forma de retornar à minha essência.

Minha FAMÍLIA, pequenina e diferente, todo meu amor e gratidão.

E após 3 anos, 3 meses e 6 dias ENCERREI O MEU LUTO. Seguirei feliz...

2 comentários:

Jaqueline Köhn disse...

Ahhhhhh, que linda homenagem, com certeza D.Carmem está muito muito feliz com seu gesto e depois né, nunca vi cabelo como esse que cresce igual mato ... hahaha, daria pra fazer umas três doações por ano... rsrs

Beijão!!

Cof...Coff...Cofff, desculpe, é a poeira que levantou daqui ... hahaha

Daniela Bezerra disse...

Clau, sua imagem me chamou atenção e fiquei com ela o dia todo na mente!!! Nem sabia que você tinha um blog, mas segui o seu recado "Detalhes no blog" rs... Então me deparo com uma linda mensagem que se resume em amor: pela família,amigos, alunos e pela vida!!! E tudo faz sentido com o exemplo que você teve te faz ser a melhor!!! Muito obrigada professora maluquinha por ontem, hoje e sempre!!!