quarta-feira, 8 de junho de 2011

De molho...

Minha mãe dizia que só se aprende de duas maneiras, pelo amor ou pela dor. E eu escolhi a segunda alternativa.
Travei e estou de molho desde sexta-feira da semana passada.
Há uns dias (ok, mais de um mês) eu estava com dor no pescoço e ombros. Já havia apelado até para um Profº da escola para colocar minha coluna no devido lugar. No dia foi um alívio, mas recebi o alerta: "Vá cuidar desses ombros, você está muito tensa!" Você ouviu o recado? Nem eu!
Nesse meio tempo minha tia foi parar no hospital novamente, passei um nervoso terrível, fiquei lá com ela até altas horas da madrugada, além disso, no histórico tinha o tombo que levei na FMU e que me deixou ainda mais torta.
Resumo da ópera, sexta-feira da semana passada saí de carro pela manhã e foi um custo chegar até em casa, já que não conseguia mexer o pescoço. Stephanie foi meu guia.
Cheguei na escola morrendo de dor e pedi licença para ir ao médico. Fui prontamente atendida pela Cris (obrigada pelo carinho) e da escola segui para o PS. Lá a criatura portadora de um CRM, vou chamá-lo aqui de médico, mal olhou o meu pescoço e disse que era cervical, receitou um remédio e me mandou fazer repouso. Detalhe... nem radiografia eu fiz. Voltei pra casa e nada aconteceu, quero dizer, aconteceu sim, a dor piorou e não dormi quase nada de madrugada. Mesmo segui cedo para a Pós no sábado. Por volta das 11h joguei a toalha, não aguentava mais de dor. Liguei para o marido que foi me resgatar, de lá fui para o PS novamente, desta vez em outro hospital. Bendita hora. O MÉDICO, esse sim posso dizer que era, só faltou me virar do avesso. Para terem noção, até injeção eu tomei. Quem me conhece sabe que eu mooooooooorro de medo de agulhas, mas a dor era tanta que não houve outro jeito.
As radiografias mostraram que está tudo bem com minha coluna, o problema mesmo é muscular. Desde então estou com o colar cervical, tomando remédios e fazendo repouso.

Hoje é o último dia da medicação, amanhã já posso voltar para os meus pequeninos... estou com tantas saudades.
Segunda-feira estive lá para levar meu atestado e conversar com eles. Expliquei que fiz "dodói" no pescoço e por isso não poderia ficar com eles. Ah... a carinha de dó deles cortou meu coração. A minha aluninha caçula foi a que mais me emocionou, ficou um tempo abraçada comigo, tentando tirar o colar cervical para ficar mais pertinho... uma riqueza!
Ontem a Mayumi filmou um pouquinho do ensaio deles, só para eu matar saudades.

Ah... o que a Mayumi estava fazendo na escola???
Tcharaaaaaaan, Erickito está estudando desde segunda-feira e ela foi lá para acompanhá-lo na adaptação. Mas isso é assunto para outro post, recheado de fotos do meu garotinho.

Beijocas

9 comentários:

LucianaW disse...

Clau do céu...estimo suas melhoras, sei bem o que é isso, estou com a lombar em pandarecos...como diz minha mãe...mas estou fazendo só fisio, acumpuntura...infra....mas vai passar. Se cuida por aí viu?
Tentei ligar pra May e ela estava no colégio...achei super legal.
Mas diga a ela que de amanhã não passa...eu ligo!!!!
Bjokas pra vcs!

Jaqueline Köhn disse...

Melhoras pra vc Cláu, se cuida!

Beijão!

Fê Lopes Lavino disse...

Olá...parabéns pelo blog...já estou te seguindo, bjos Fê!

http://www.mossbolsas.blogspot.com/

Menina Fina disse...

coleguinha melhoras pra vc e fica boa logo!!!!
tudo de bom...
bjs

Cris Oliveira disse...

melhoras, Clauuu.. se cuida!!!!!!!

mega beijos
Cris

Bruna Betoli disse...

Miga,
se eu soubesse....
meu ortopedista é do lado da sua casa, ali na Biguaçu.
espero q vc melhore logo!
bj

Cris Caexeta disse...

Melhoras, Clau!

Lolô Artesanato disse...

Querida Clau
que sufoco que a gente passa por nossas teimosias, né?
Estás melhor querida???
espero que sim
bjkass mil
Leiloca
:)

Luzia Ishara disse...

Melhoras, minha amiga querida.
bjs