terça-feira, 14 de setembro de 2010

Saudades

Aprendi muitas coisas com a minha mãe, algumas delas ver sempre o lado positivo de todas as situações. Acreditar que tudo tem um sentido, pois Deus tudo sabe. Acho que por ter isso em mente, dei o nome a esse blog... Momentos de Felicidade. Porque na vida, não temos um instante exato de felicidade e sim, todos os dias algo de bom para agradecer e comemorar.

E é pensando em todos os Momentos de Felicidade que vivemos juntas e na quantidade de bons ensinamentos que ela me deixou, que vou seguindo.

A dor é absurda, não consigo controlar as lágrimas, choro por mim e por todos os meus, que sentirão muita, muita falta dela. Mulher de bom coração, de fé e de esperança. A esperança dela foi o que me segurou esses dez meses, eu esperava ter mais tempo ao seu lado, mas não foi assim. Mas agradeço meu Deus por ter cuidado dela.

Para garantir, em seu último dia aqui nesse plano, garanti muitos abraços, beijos e cheirinhos. Por enquanto tenho um estoque deles guardados aqui comigo, só espero que eles se renovem e nunca acabem.

Mãe, te amo muito!


Agradeço de coração todos recados amorosos, através de e-mails, telefonemas, torpedos e pessoalmente. Não vou citar nomes para não ser injusta e esquecer de alguém (estou muito fragilizada e a memória me falha). Acreditem, sem as orações de vocês seria muito, muito mais difícil continuar.
 
Dedé, Deus abençõe tua vida, obrigada pela linda mensagem que tomei a liberdade de colocar nesse LO.
 
Para encerar, quero registrar aqui o que escrevi no meu TCC, agradecendo a cada um dos meus familiares pela força e dedicação.
 
DEDICATÓRIA

A Stephanie e Isabelle, minhas filhas tão amadas, razão da minha alegria e do meu viver.

Ao meu Avô Carlos, homem simples, que não teve oportunidade de estudar, mas que me ensinou a amar não só os livros, mas principalmente amar as pessoas, independente de qualquer conceito.


AGRADECIMENTOS

A Deus pela vida, força e esperança.

Às minhas filhas Stephanie e Isabelle, que muito me ajudaram a vencer todas as barreiras e chegar até aqui, compreendendo minhas ausências com paciência e muito amor

A minha mãe Carmen por seu amor, carinho e dedicação à família. Mulher forte, que muitas vezes não consegue enxergar seu grandioso valor, mas que me ensinou a lutar pelo que é correto, sempre respeitando e amando o próximo. Sua força, dedicação e perseverança são a base da nossa família. Avó que mima, mas ao mesmo tempo educa. Sempre presente na vida das meninas, superando-se em cuidados com as netas, quando eu estava debruçada em meus livros, buscando um caminho melhor para minha vida.

Ao meu irmão Carlos, pelo apoio, carinho e dedicação. Pelas inúmeras horas que abriu mão de seu próprio lazer para dedicar-se às sobrinhas. Pelas tardes que passaram em livrarias, cultivando o gosto pela leitura, assim como Vovó Carlos fez conosco. E principalmente pelos momentos em que imagino não serem muito agradáveis para um rapaz, acompanhando-as em shoppings, esperando pacientemente que olhassem todas as vitrines, por mais de uma vez.

A minha tia e madrinha Gracinda, pelo amor e carinho, principalmente com os cuidados com nossa alimentação. Dividindo com minha mãe, as responsabilidades da casa, nos momentos de minha ausência, pois só assim foi possível trabalhar e estudar por tantas horas seguidas.

Ao meu marido Nelson, que sempre acreditou em meus sonhos e muito me ajudou a torná-los reais.

Aos meus amados sobrinhos Sophia e Erick. Ela, por me mostrar a beleza da vida através de seu olhar de criança. E ele, que chegou agora e encheu minha vida de esperança.

Aos meus cunhados Ossamu e Akira e meus sogros Seiichi e Katsue, pelo incentivo e carinho.

A minha cunhada predileta e única, Mayumi, pelo amor, incentivo e força, em todos os momentos. Por seu bom humor ao solicitar meu boletim para “acompanhar minhas notas”, me presenteando a cada semestre pelo bom desempenho.

Aos meus amigos, de perto e de longe, família que eu escolhi no decorrer da vida, que de muitas maneiras contribuíram para a realização do meu sonho.

A minha querida Professora e Orientadora, Adriana. Por seu amor, atenção e dedicação, que com seu carinho extremo transformou meu olhar e deu novo rumo à minha vida. Tenho fé que este trabalho é o início de uma nova caminhada ao seu lado.

E à você, Eli, amiga de todas as horas, pela alegria e principalmente pela tranquilidade, equilibrando a minha agitação sem fim.

7 comentários:

Fê Monção disse...

Clau
Meus sentimentos...não sei oq dizer numa hora dessas, somente peço a Deus que te dê muita força nesse momento tão difícil...
Beijossss

Solange Damásio (Sula) disse...

Clau.
Querida amiga... espero que Deus te dê muita força para seguir em frente e os ensinamentos que sua mãezinha gravou na sua alma te ajudem a nortear a vida. Bj grande com muita saudade. Fique bem e não se esqueça... precisando é só chamar.

Mayumi disse...

Fofis....ah....Fofis...o que dizer? se nem consigo parar de chorar...já tinha muitas saudades por morar longe, mas sempre tinha o coração feliz, pq. sabia que qdo. voltasse ao Brasil iria receber aquele abraço e beijo gostoso dela me dizendo: Oi minha filha! fez boa viagem? ( do jeitinho que ela fez qdo. eu fui ao Brasil na última vez ). Mas, apesar da falta física, sinto que ela está por perto sempre...até nesse momento tão triste, tenho certeza que ela está aqui com o lencinho dela, enxugando nossas lágrimas dizendo baixinho no nosso ouvido: não chora, minha filha...não chora...Meu Deus! que saudades...Rezo que Deus serene o seu coração, das meninas, do meu irmão, da Tia e de todos que tanto amam sua mãezinha e que tenhamos força para seguir e tentar compreender essas coisas da vida...
Seu post lindo diz tudo:”E é pensando em todos os Momentos de Felicidade que vivemos juntas e na quantidade de bons ensinamentos que ela me deixou, que vou seguindo”.
Tô aqui para tudo, vc. sabe...
Beijão!!!

P.S.: Obrigada pela "cunhada predileta"!!! essa mulher me ama demais...hahahaha...beijinhos!

Cris Oliveira disse...

Que mensagem emocionante e linda, Clau... estou completamente sem palavras. Te desejo muita força para continuar a trilhar o mesmo caminho que sua mãe, de felicidade! Que Deus conforte seu coração e de toda a família...
Um imenso abraço, amiga.

Dedé disse...

Querida Cláu!!A mensagem é só um pedacinho do que sinto nesse momento e um forma de tentar acarinhar vcs e dizer que estou aqui a todo instante!!
Bjs...amo muito vcs!!
Dedé

Bruna Betoli disse...

Miga,
sabe que o que precisar, estou aqui.
conte comigo sempre.
bj
Bruna

Lilian Leal disse...

Clau, acredito na sua força para superar essa tristeza, não se esqueça nunca que ela continua vivendo em você,nas suas filhas e depois em seus netos, para mim isso é ser eterno.
Bjos querida e fique com Deus